SEJA BEM VINDO!

BLOG DA PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO DE PARADA DE LUCAS

ARQUIDIOCESE DO RIO DE JANEIRO

PÁROCO PE. JERÔNIMO PESSANHA

13 de ago de 2013

PARA LER E REFLETIR

LINK PARA ACESSAR PDF COM TRANSCRIÇÃO DAS ENTREVISTAS, HOMILIAS E DISCURSOS DO PAPA DURANTE A JMJ RIO 2013:




JMJ Rio2013: um oceano de fé e esperança

JMJ Rio2013: um oceano de fé e esperança

Por em 13/08/2013.
FONTE: http://www.jovensconectados.org.br/jmj-rio2013-um-oceano-de-fe-e-esperanca.html
 


Nestes dias, eu tenho pensado com frequência na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Lá vivemos uma grande festa da fé, durante a qual o Espírito Santo agiu com suavidade, criando uma comunhão intensa entre todos os participantes, que vieram de todas as partes do mundo. Naqueles belos dias, de alguma forma, a praia de Copacabana tornou-se uma nova Praça de São Pedro, local de encontro do jovem Povo de Deus com o santo Padre, o Papa Francisco, com o nosso próximo e conosco mesmos.
Penso que todos nós que pisamos o solo sagrado da praia de Copacabana, durante a JMJ, sentimos em nossos corações que aquele ambiente ultrapassou sua formação geológica, composta por partículas soltas de mineral na forma de areia, e se transformou em um oceano de fé e de esperança que evidenciou a sagrada Tradição da Igreja e também a sua força renovadora. Com a beleza da juventude, o entusiasmo dos peregrinos e a expressão viva da santidade, a praia de Copacabana tornou-se uma praia linda e paradisíaca. Uma linda praia, por ter sido a nascente de vocações santas e abençoadas. Uma praia paradisíaca, por ter sido o palco de encontros pessoais com o Cristo, que revelaram a nossa identidade cristã, o nosso apreço pela amizade e o valor da vida que se realiza em plenitude.
Nem tudo foi fácil na JMJ Rio 2013; afinal, éramos peregrinos. O vento frio, a inesperada chuva e as dificuldades do dia a dia foram empecilhos que surgiram, mas que foram superados pelo calor da fé que nos possibilitou cultivar um diálogo com Cristo e o nosso próximo. Toda aquela gente de bem reunida para um evento de tão grande magnitude fez uma grande diferença no cotidiano da cidade maravilhosa. Maravilhosos foram os dias da JMJ, pois, assim como o Cristo Redentor, mantivemos os nossos braços abertos para acolher a presença transformadora da graça divina que renova a Igreja e a nós, conferindo um renovado impulso missionário. Este impulso missionário vibrou em nossos corações quando, no silêncio do coração, ouvimos o Cristo sussurrando aos nossos ouvidos: “Avançai para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca!”.
Na areia da praia de Copacabana, ao acolhermos o convite missionário do Cristo em nossas almas, nós sentimos que um oceano de fé é composto por inúmeros e determinantes encontros de santidade que nosso Redentor nos propõe. Sentimos também que um oceano de esperança é muito mais do que uma área de crosta oceânica coberta pela água. Um oceano de esperança é um copo cheio de novas possibilidades de apostolado, a cada gota transbordando o nobre desejo de transformar o mundo. Por tudo que Deus nos concedeu viver na JMJ Rio 2013, hoje podemos afirmar: “Todos juntos temos que agradecer ao Senhor pelo grande dom que foi este evento para o Brasil, para a América Latina e para o mundo inteiro. Foi uma nova etapa na peregrinação dos jovens em todos os continentes com a Cruz de Cristo. Nunca devemos esquecer que as Jornadas Mundiais da Juventude não são ‘fogos de artifício’, momentos de entusiasmo fins em si mesmos; são etapas de um longo caminho, começado em 1985, por iniciativa do Papa João Paulo II”. (Papa Francisco, Ângelus em 04 de agosto de 2013).
Na Missa de envio da JMJ Rio 2013, nós tomamos conhecimento de que a próxima Jornada Mundial da Juventude será realizada em 2016, na Cracóvia, Polônia e, por isso, agora o nosso olhar dirige-se para a terra do nosso amado Beato João Paulo II. Com renovado entusiasmo e com o zelo característico da virtude da fé, preparemo-nos para a JMJ Cracóvia 2016. Neste período de preparação, busquemos cumprir sempre mais o mandato missionário que o Cristo nos legou e compartilhemos a nossa fé em Jesus Cristo, sobretudo com os jovens que ainda hesitam, estão em dúvida ou não creem em nosso Redentor.
Com alegria e humildade, saibamos convidar esses jovens à vivência de uma experiência que pode ser decisiva em suas vidas: a experiência do Cristo vivo e ressuscitado e do Seu amor por todos nós. Por amor a nós, Cristo, o divino Peregrino, veio ao nosso encontro na JMJ Rio 2013 e iluminou a nossa pertença à Igreja. Agora, neste período pós-JMJ, Ele nos faz um novo e ousado convite: Preparem-se para a JMJ Cracóvia 2016!  Por amor a Ele, vamos nos preparar anunciando que as Jornadas Mundiais da Juventude são uma graça, um forte momento de espiritualidade não só para os peregrinos participantes, mas para todo o Povo de Deus que, mesmo sendo peregrino na terra, testemunha a beleza da unidade dos cristãos em torno do Sumo Pontífice, evidenciando a fortaleza e o alcance do Corpo Místico de Cristo.
Por Aloísio Parreiras     
(Escritor e membro do Movimento de Emaús)

MISSA NO DIA DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

MISSA NO SETOR NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

DIA 15 DE AGOSTO ÀS 19H

RUA COMANDANTE COELHO

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA 2013